Prefeito Nivaldo decreta estado de calamidade financeira em São João del-Rei

O prefeito Nivaldo Andrade assinou na manhã desta terça-feira, 31, decretos de números 7.590, 7.591 e 7.592 que declaram o município em estado de calamidade financeira.

Para o prefeito, tal medida se fez necessária uma vez que o Estado não tem repassado os valores devidos ao município e isso tem comprometido diretamente a prestação dos serviços. Ainda segundo Nivaldo, a situação levou o município a uma calamidade que está prestes a interromper várias atividades.

De acordo com o decreto número 7.592, para que não haja a paralisação dos serviços, ficarão suspensos os pagamentos de gratificação por participação em comissões temporárias, horas extras e horário de Regime Especial da área da saúde e tais procedimentos serão estendidos para a educação.

Em entrevista a nossa assessoria de comunicação, o prefeito Nivaldo destacou que o vereador Cabo Zanola tem sido fundamental através do seu apoio jurídico, o que tem garantido êxito em suas ações a favor do município mas, se o governador não cumprir com as decisões e não pagar o que deve à São João del-Rei, muitas atividades serão paralisadas. “Os serviços estão muito prejudicados e até o dia de hoje temos retirado os recursos do caixa único do município, mas agora não tem mais jeito, se o governador não nos repassar o que é devido, seremos obrigados a suspendê-los e a efetuar várias demissões. Infelizmente chegamos nesse caos financeiro por culpa do governador Pimentel”, disse.

De acordo com o vereador Cabo Zanola, o Governo não tem cumprido com as decisões judiciais e com isso vem promovendo uma falência dos municípios mineiros e com São João del-Rei não tem sido diferente. “Estamos tentando reverter essa situação, mas o governo tem protelado no pagamento e isso tem dificultado bastante, mas a qualquer momento pediremos o bloqueio da verba pública”, destacou o vereador.